como começar uma reforma

Afinal, por onde e como começar uma reforma em casa?

Renovar um cantinho da casa, seja por necessidade ou por estética, sempre é sinônimo de bagunça, sujeira e caos, mas não precisa ser assim. Saber como começar uma reforma e como administrá-la é essencial para manter o controle.

Se você quer saber como fazer essas obras sem dor de cabeça, confira as dicas para reformar a casa separadas especialmente para você neste post!

Como começar uma reforma?

A melhor dica sobre como começar uma reforma que podemos te dar é: se organize e planeje muito! Fazer a administração de obra não é brincadeira e pode fazer toda a diferença no andamento dos reparos.

Toda essa organização vai te ajudar a completar a obra dentro do prazo e muito melhor do que isso: dentro do seu limite financeiro. Colocar tudo na ponta do lápis pode trazer uma economia bem grande.

Muita gente se perde no momento de começar uma reforma, afinal é muita coisa para se pensar, não é mesmo? Materiais, dinheiro, sujeira para limpar e mão-de-obra para gerenciar.

Tudo isso parece muito difícil, mas não precisa ser. Uma reforma pode ser tranquila, desde que você saiba por onde iniciar e quais caminhos seguir para uma execução eficiente.

Dicas para reformar a casa

Agora que já entendemos melhor como começar uma reforma, quais os primeiros passos e a importância do planejamento, podemos falar sobre a organização.
A parte prática vai exigir um tempinho para realmente colocar no papel as etapas e informações necessárias para uma boa administração do seu dinheiro e para a fluidez da obra. 
Lembre-se de que esse tempo pode fazer toda a diferença na economia e no prazo para conclusão da sua reforma, por isso seja paciente e tire algumas horas do seu dia para fazer isso. 

Para te ajudar nessa organização, separamos algumas dicas para reformar a casa sem estresse. Confira:

  1. Planeje muito!

Já comentamos que o planejamento é a base de tudo, mas vale reforçar: coloque tudo na ponta do lápis! Saiba o que você deseja fazer, descreva os materiais necessários, prazos e funcionários envolvidos.

Uma dica para essa etapa é fazer um projeto arquitetônico. Ele vai permitir que você visualize melhor seus gastos e o resultado final.

  1. Tenha controle

Ao saber a quantidade de material a ser utilizada na obra, ter um controle sobre gastos e evitar desperdícios fica bem mais fácil. Não compre nada por impulso e tenha noção dos seus limites financeiros.

Pesquise preços e analise o custo-benefício, tanto dos materiais quanto da mão-de-obra contratada para a sua reforma. 

  1. Estabeleça prioridades

Principalmente se a reforma for realizada em vários cômodos, é necessário ter consciência de que não é possível fazer tudo de uma vez. Por isso, estabeleça prioridades e monte um cronograma da obra.

Identifique o que é mais urgente e comece por aí. Descreva também o tempo previsto para cada etapa da reforma, assim você terá um controle maior sobre tudo que está acontecendo.

  1. Contrate profissionais especializados

Contar com a ajuda de profissionais especializados é essencial para garantir um serviço de qualidade na sua reforma e evitar problemas futuros. 

Para fazer projetos arquitetônicos, de paisagismo ou projeto de interiores, contrate um arquiteto. Também é importante contratar mão-de-obra especializada para a execução da sua reforma.

Você até pode ajudar em algumas atividades mais simples e reutilizar materiais para economizar, mas nunca dispense a contratação de profissionais de qualidade, pois isso pode trazer altos prejuízos no futuro.

Os conhecimentos técnicos dos profissionais vão te ajudar a organizar melhor a sua obra. 

A equipe da ArqFuke cuida de tudo isso para você: desde a coordenação de projetos até o alvará de licença para construção e acompanhamento da obra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1
Olá, podemos ajudar?
Powered by