projeto executivo de arquitetura

Entenda o que é um projeto executivo de arquitetura

Você sabia que o projeto arquitetônico é dividido em várias etapas? Para construir a casa dos seus sonhos, cada detalhe é pensado com muito cuidado e uma das partes mais importantes do processo é o projeto executivo de arquitetura. 

Apesar de tudo ser planejado por um profissional especializado no assunto, entender o que é essa etapa pode te ajudar a visualizar melhor o processo e ativar insights importantes para contribuir com o arquiteto a fim de conseguir um projeto muito mais alinhado com as suas necessidades. 

Então vamos entender o que é o projeto executivo de arquitetura? Vem com a gente e boa leitura!

O que é o projeto executivo de arquitetura?

A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) define o projeto executivo como “o conjunto de informações técnicas necessárias e suficientes para a realização do empreendimento”. Resumindo: o projeto executivo pode ser considerado a etapa final do processo e traz todos os detalhes fundamentais para a execução da obra.

É neste documento que o arquiteto vai descrever dados necessários para cálculos estruturais, instalações elétricas e hidráulicas, além de orçamento para os materiais de construção e para mão de obra também. Essa etapa ainda traz o desenho da planta já feito no projeto básico de forma mais detalhada. 

 Antes do projeto executivo existem outras etapas do projeto arquitetônico, confira:

  • Levantamento
  • Estudo preliminar
  • Anteprojeto
  • Projeto legal

O que compõe um projeto executivo?

O projeto executivo é essencial para prevenir atrasos e erros durante a execução da obra, além de proporcionar uma visualização mais exata dos seus gastos, permitindo até mesmo uma economia na compra de materiais de construção e com os serviços de mão de obra.

Para que você possa compreender ainda mais sobre esta etapa tão importante do seu projeto de arquitetura, listamos os detalhes que você encontra no projeto executivo. Dá só uma olhada:

1. Plantas e desenhos detalhados

A planta do projeto executivo de arquitetura é muito mais detalhada e por isso vai servir como um guia para os engenheiros e toda a equipe responsável pela obra. Para isso, todas as informações são apresentadas de forma clara e disponibilizadas para todos os envolvidos na etapa de execução, garantindo assim um resultado mais satisfatório.

2. Cálculos estruturais

Os cálculos estruturais são fundamentais para garantir a segurança da sua construção e evitar erros que podem trazer problemas graves no futuro. Além disso, estes cálculos indicam os gastos com essa parte da obra. 

Para este item, o arquiteto vai considerar as normas estabelecidas pela ABNT para assegurar que a sua construção esteja dentro dos padrões de segurança. 

3. Especificações técnicas e de execução

Relacionado ao que citamos no item anterior, o projeto executivo também conta com todas as especificações técnicas e de execução para seguir os padrões de qualidade estabelecidos pela ABNT. Ter essas informações apresentadas de forma clara vai ajudar no dia a dia do canteiro de obras, evitando inconsistências no processo de construção.

4. Quantitativo de materiais e equipamentos

Essa é uma parte muito importante do planejamento e envolve determinar os materiais e equipamentos necessários durante cada etapa da construção. Para evitar atrasos e garantir a produtividade da obra, o ideal é ter um cronograma sobre a execução de cada tarefa.

Assim a equipe pode se organizar melhor com relação aos equipamentos que entram no canteiro e você sabe exatamente quando precisa ter determinados materiais disponíveis. Além disso, essa organização permite um controle maior do processo. 

5. Planilhas de orçamento e preços negociados

Este é um detalhe relacionado ao item anterior: além de saber a quantidade de materiais, o projeto executivo traz os gastos com eles e outros pontos da obra. Para isso, o arquiteto vai anexar uma planilha de orçamentos ao projeto com o preço de todos os fornecedores e prestadores de serviço, visando indicar as opções com melhor custo-benefício.

É por isso que o projeto traz também os preços negociados com cada fornecedor. Assim você consegue manter um controle financeiro sem sair do orçamento e ainda pode economizar bem mais na obra, além de evitar o desperdício de materiais.  

Como escolher um bom escritório de arquitetura para o meu projeto?

Contratar um profissional para desenvolver o seu projeto arquitetônico é indispensável, mas exige atenção. É muito importante encontrar um arquiteto capaz de identificar suas necessidades e a partir delas criar um projeto com a sua personalidade.

Para isso, é preciso considerar alguns fatores no momento da busca pelo melhor escritório de arquitetura para você. Confira essas dicas:

1. Pense nos seus objetivos

Antes de mais nada, você precisa definir quais são seus objetivos e necessidades para a obra. Entender o que você quer vai te ajudar a transmitir essas vontades de forma mais clara ao profissional, garantindo um resultado mais satisfatório.

2. Confira o portfólio da empresa

Uma forma de conhecer mais sobre a empresa e sobre o trabalho desenvolvido pelo profissional é dar uma conferida no portfólio do escritório, que contém obras e projetos criados anteriormente. Isso pode ser facilmente feito pela internet atualmente, já que grande parte dos arquitetos disponibilizam seus trabalhos em sites.

Além de conhecer melhor o trabalho do escritório, essa consulta rápida vai te dar mais confiança e te dizer mais sobre a experiência do profissional. Aproveitando o acesso ao site, busque outros detalhes sobre a empresa como serviços oferecidos e história do escritório.

3. Avalie o custo-benefício e saiba o seu orçamento

Definir um orçamento é muito importante para que você não ultrapasse a quantia que pode gastar e acabe se endividando. Isso também vai servir de norte para encontrar o arquiteto com melhor custo-benefício para você.

Lembre-se de que muitas vezes o barato pode sair caro, por isso é importante realmente pesquisar as empresas com cuidado, calma e bastante atenção. Isso também não significa que você vai precisar gastar uma fortuna: com certeza é possível encontrar excelentes profissionais com serviços que cabem no seu bolso. 

4. Converse com o profissional 

Conversar com o profissional é um passo importante para apresentar as suas ideias e alinhar o projeto de acordo com suas necessidades e vontades. Esse bate papo é essencial para que vocês se conheçam melhor e para que o arquiteto entenda o seu gosto pessoal, além de ser uma oportunidade para tirar suas dúvidas sobre a obra. 

Agora que você já sabe o que é o projeto executivo de arquitetura, aproveite para conferir outros conteúdos aqui no blog da ArqFuke que vão te ajudar a construir a casa dos sonhos ou dar uma cara nova ao seu lar de forma prática e incrível! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *